Gu e Will | Ærø - Dinamarca

23/01/2018

Ouvi falar na ilha de Ærø pela primeira vez quando o Gustavo e o William resolveram casar nesse pontinho longínquo no meio do mar Báltico. Um dia eles me mandaram uma mensagem dizendo que esse momento tinha que ser fotografado por mim e eu fiquei muito feliz. Já tinha encontrado com o Gu uma vez, muito brevemente, e conseguido sentir muitas coisas boas nele.

 

Os dois são brasileiros, como eu. Depois de alguns anos de relacionamento, o Gu acabou se mudando para outro país, e eles passaram um ano e meio convivendo com a saudade, até que finalmente esse período difícil acabou com a mudança do Will. Bem como aconteceu comigo. Vê-los iniciando um novo capítulo na vida, agora sem saudades, foi algo que me fez sentir um déjà vu.

 

Com eles, a família também embarcou nessa jornada para a ilha para poder presenciar esse momento especial. Eu disse jornada porque realmente é um dia inteiro de viagem. O primeiro passo é chegar o aeroporto de Copenhague. Depois disso, tomar um trem até a estação central da cidade, outro até a cidade de Odense e mais um até Svendborg - onde, por fim, embarcamos numa balsa que nos leva até a ilha Ærø. De carro, fomos até a localidade de Marstal, onde eles se hospedaram numa casa tipicamente escadinava. 

 

No dia do casamento, que seria à tarde, aproveitamos as horas livres e, assim que amanheceu, parti para registrar um pouco da manhã deles explorando a ilha. Aí entendemos o motivo de a Dinamarca exportar energia eólica, ja que o país produz 140% da própria demanda. Na ilha, o vento era muito forte, gelado e ininterrupto, o que fazia a sensação térmica ficar muito mais baixa do que a temperatura  - que já estava la embaixo no termômetro. Meu telefone desligou todas as vezes em que tentei utilizá-lo ao ar livre. Foi a primeira vez que fotografei com luvas na mão direita... e a cada novo cenário, a gente quase morria congelado. Olhando para as fotos agora, já fica difícil lembrar. Apesar de fazer pouco mais de uma semana, eu olho para as fotos e o que vejo é ó amor e alegria. Não mais frio. Adoro observar o jeito que o Will olha para o Gu, mesmo depois de tantos anos juntos. Nunca passei tanto frio na minha vida, mas nem por um segundo eu não faria de novo e não ficaria todas aquelas horas na rua com eles, que foram firmes e fortes. E são uma companhia incrível.

 

Espero que vocês gostem de acompanhar um pedacinho desse dia que teve pré wedding e wedding! Em breve vou fazer outro post com fotos do casamento. 

 

Gu e Will, muito obrigada pelo privilégio de registrar esse momento tão lindo!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

   

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

Please reload

Postagens recentes
Please reload

Tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload